Vivienne Westwood

Vivienne Westwood

Vivienne Westwood iniciou sua carreira como uma estilista de moda feminina. Mas logo se transformou em designer de calçados ao perceber que não conseguia encontrar sapatos suficientemente espalhafatosos para suas coleções de roupas.

Vivienne WestwoodNo início dos nos 70, duas décadas antes que estilistas como Gaultier, Mugler e Alaia terem surgido com o conceito de moda de rua fetiche, Westwood desfilava pelas ruas de Londres sobre sapatos de salto stiletto, lingerie de borracha e négligés.

Durante os anos 80 e 90, ela e seu colaborador Murray Blewett criaram um repertório completo de calçados chocantes, incluindo os sapatos de laço que, certa vez, fizeram cair da passarela a veterana modelo Naomi Campbell.

À semelhança do que acontece com suas roupas, os calçados criados por Vivienne Westwood parodiam as linhas do corpo feminino. Na forma direta que tem de se expressar, ela justifica o caráter pouco prático dos seus modelos como uma maneira de gozar com o gosto burguês.

Vivienne Westwood já foi aclamada pela Women’s Wear Daily como uma das mais influentes estilistas do mundo e a sua boutique em Londres é freqüentada por um grupo leal de aristocratas amantes das suas coleções e que adoram a sua estética radical e rejeitam a idéia de que os seus sapatos são degenerados e impossíveis de usar. Também eles, como Westwood, consideram a maior parte da moda medíocre e banal e apreciam a ironia dos modelos que justapõem o tradicional e o tabu.

Como ela mesma costuma afirmar, “Gosto de literalmente pôr as mulheres em um pedestal”.

Outros mestres do design de calçados:
Roger Vivier
Manolo Blahnik
Salvatore Ferragamo
André Perugia
Jimmy Choo
Christian Louboutin
Fernando Pires

Bibliografia:
Linda O’Keeffe. Shoes: A Celebration of Pumps, Sandals, Slippers and More. Nova York: 1996. Workman Publishing.