guia do salto alto (1ª parte)

por Nina Agnelli

Se você se considera muito alta para usar sapatos ou sandálias de salto alto ou pensa que não conseguiria andar sobre stilettos, melhor pensar duas vezes. Afinal, toda mulher deve ter, ao menos, um par de sapatos de salto alto. Eles são exemplos perfeitos de um item indispensável ao seu guarda-roupa, além de ser um acessório que acrescenta muito ao seu visual.

Este Guia do Salto Alto contém tudo que você pode querer saber sobre sapatos e sandálias de salto alto: tipos de salto alto; como andar de salto alto; como distinguir a qualidade de um sapato; quanto gastar em um par de sandálias de salto; onde comprar o par mais adequado a você. Ele ajudará você a desvendar alguns mistérios e ensinará algumas coisas que você talvez ainda não saiba sobre sapatos e sandálias de salto.

1. Como andar de salto alto

Aqui vão algumas dicas de como andar de salto alto. Com a prática, você estará andando sobre os saltos mais altos, tal como uma modelo.

Comece com saltos pequenos: se você nunca usou sapatos de salto alto antes, não comece a aprender com stilettos de 12 cm de altura. Isto pode ser um convite a acidentes. Tente algo menor: um salto com uns 5 cm ou mesmo um salto tipo anabela até você se acostumar. Os saltos tipo anabela são mais fáceis para caminhar, pois têm uma base mais larga e os saltos não ficam presos em fendas ou outros obstáculos. Com o tempo e a prática você poderá aumentar a altura dos saltos.

Como andar de salto altoAssuma uma posição vertical: sua postura deve ser a mais vertical possível. Mantenha os músculos do abdômen retesados contraindo o baixo ventre na direção da sua coluna, fazendo com que o peso do seu corpo recaia sobre os saltos.

Saltos com base larga: é mais fácil andar com saltos de base mais larga, ou seja, mais grossos. Os saltos agulha muito altos são os mais difíceis para andar: passe a usá-los somente após adquirir prática e confiança.

Observe o modo de andar das modelos: veja como as modelos profissionais andam de salto alto. Embora elas andem de forma um tanto quanto exagerada quando estão desfilando nas passarelas, mesmo assim você poderá aprender algo com elas, desde que modere um pouco o seu modo de andar. Busque a naturalidade. Pratique diante do espelho até você se sentir segura.

Guia do salto altoPassos curtos: ao andar de salto alto os seus passos deverão ser naturalmente mais curtos. Assim, você precisará dar mais passos que de costume para andar uma determinada distância. Não espere ser capaz de andar tão rápido como você anda sem saltos. Dê cada passo como se você estivesse andando em uma linha reta. Ao andar desta forma, colocando um pé à frente do outro (seguindo uma linha reta imaginária), você dá um balanço ao seu quadril. Pratique sobre uma linha reta no chão.

Além disso, balance os braços enquanto você anda, pois isto acrescentará um equilíbrio extra além de uma aparência graciosa ao seu andar e assegure-se de não curvar os joelhos mais do que normalmente o faria.

Como andar de salto altoPrimeiro o salto, depois a ponta do pé: embora possa ser tentador colocar todo o pé no chão de uma vez, não faça isso, pois seu modo de andar parecerá estranho. Em primeiro lugar, apóie os saltos no chão e só então pise com a parte da frente do pé (ou seja, não pise com o salto e a ponta do pé ao mesmo tempo). Em outras palavras: não pise com a ponta do pé antes de apoiar o salto no chão (veja imagem ao lado). Além disso, como já dissemos, coloque um pé diretamente à frente do outro. Isto lhe proporcionará maior equilíbrio e dará ao passo uma aparência mais natural.

O vídeo ao lado demonstra bem esta técnica. Veja como, primeiramente, a modelo busca adquirir firmeza nas pontas dos saltos. Ela fica em pé e pressiona os saltos e a parte frontal da sandália no chão procurando se acostumar com ela. Depois, passa a andar. A modelo procura colocar as pontas dos saltos no chão e, só então, imediatamente pisa com a parte frontal do pé. Curiosidade: o salto desta sandália tem 15 cm de altura.

Olhe por onde você anda: ao andar com sapatos de salto alto você deve ter conhecimento do tipo de superfície sobre a qual pisa. Você deve tomar cuidado com grelhas, pisos de grades, brita fina, terrenos acidentados, tapetes grossos, gramados, pisos escorregadios ou molhados. Ao andar sobre terrenos gramados ou arenosos você deverá andar nas pontas dos pés evitando que os saltos afundem. Ao subir ou descer escadas sempre utilize os corrimões como apoio e tenha certeza de colocar toda a sola da sandália ou sapato no degrau, mesmo que para isto você tenha que dobrar ligeiramente os pés para um dos lados. Uma excelente dica para proteção de saltos são os Protetores de Salto Alto.

Pratique sempre: a melhor maneira de aprender a andar de salto alto é andar o tanto quanto possível. Pratique andando sobre pisos escorregadios, tapetes, pisos irregulares, suba e desça escadas. Não importa o quanto você leia ou assista: o importante é praticar. Afinal, aprender a andar de salto alto é como aprender qualquer outra atividade: você precisa praticar.

Guia do Salto Alto: parte 2

Mais: Pré-lançamento do livro o Como andar de Salto Alto, de Isla Hamilton

Fonte parcial: How to Walk in High Heels Book (Como Andar de Salto Alto), um livro de Isla Hamilton.

Se tiver qualquer dúvida ou sugestão entre em contato.

Sobre a autora: Nina Agnelli, brasileira, cursou design no London College of Fashion, em Londres. Morou 5 anos em Roma onde conheceu e casou-se com Luis di Gallas. Atualmente, ambos residem em Salvador, Bahia.

 

 


Valid CSS!